Casa na Foz Velha

Travessa das Laranjeiras, Porto
2011

O projecto de uma casa na Foz Velha, no Porto, tem como base um prédio muito estreito mas com uma grande frente de rua, sobre a Travessa das Laranjeiras.

O edifício existente está degradado, e o destino é a demolição.

A envolvente é uma  zona de mancha urbana consolidada, porém com arruamentos exíguos e tortuosos, cérceas irregulares e forma heterogéneas, características desta zona histórica.

O programa funcional supõe uma casa com três quartos, com garagem.

A exposição solar do terreno é precária, ao nível da rua, por força do volume do edifício fronteiro. A privacidade e a segurança desaconselharam a aberturas de janelas de compartimentos de habitação do piso inferior, sobre os arruamentos. Assim, foi desenvolvido um projecto de casa em três pisos cujo rés do chão está algo elevado em relação à Travessa das Laranjeiras.

Um saguão, atravessa o edifício da cave à cobertura. Este, permite não só iluminar e ventilar os compartimentos do piso inferior, como complementar o conforto dos quartos do 2º piso, garantindo a privacidade interior necessária.

As salas, sobrepostas (uma do 1º andar e outra no 2º), complementam a circulação entre os vários pisos. Assim, é poupada área, já de si tão escassa. O piso superior, o mais exposto à luz do sol, será consignado à sala de estar.

A cobertura dos quartos é um pátio exterior complementar da sala de estar.

O tratamento das fachadas passa por paredes rebocadas e pintadas sobre um lambrim em granito.  No entanto, o piso recuado é a excepção – será revestido a camarinha de zinco puro. Assim, será reduzido o impacto visual deste volume, assim como, será diferenciada a volumetria pré-existente, da nova.

Casa na Foz Velha